ECOBIO Produtos Orgânicos
Olá, Visitante! Conecte-se em sua conta ou cadastre-se.

Do agrotóxico ao orgânico- Casal do interior do RS trocou forma de cultivo e hoje se diz mais satisf

Publicada em 21 de Janeiro 2011.

Marisa Tonetta e Armando Tomiello moram em um sítio de 3 hectares na área rural de Feliz, município a 80km de Porto Alegre. Por 20 anos, eles usaram agrotóxicos no cultivo de frutas e verduras. Marisa não tem boas lembranças: "Muita dor de cabeça, cansaço, estresse. Eu via que não era normal, que era por causa daquilo (produtos químicos usados no cultivo)".

Ela resolveu, então, plantar algumas variedades sem agrotóxicos ou fertilizantes sintéticos, ou seja, de forma orgânica. Aprendeu as técnicas com um agricultor vizinho e começou a aplicá-las em parte do sítio.

Ela queria que o restante da propriedade também fosse cultivado no sistema orgânico, mas Armando resistia. Até que Marisa cansou de tentar convencê-lo.

- Dei uma aperto nele. Se ele não largasse de plantar com veneno, eu disse que não ajudaria mais na roça. Ele levou um susto, falei bem séria e ele resolveu parar totalmente - conta ela, rindo da situação ocorrida há 10 anos e que hoje traz benefícios ao casal. A agricultora diz que a saúde e a disposição melhoraram. Além disso, destaca o "respeito pela natureza": "Se a gente respeita, ela dá em troca".

Eles cultivam morango, uva, tomate, goiaba, figo, amora, hortaliças em geral e frutas cítricas - tudo orgânico. O sítio é rodeado pela mata nativa, que separa a propriedade de algumas plantações vizinhas que utilizam agrotóxicos.

Há três anos, eles abriram a "Fruteira Ecológica Horta da Nonna" em Caxias do Sul, onde comercializam todos esses alimentos. Como a produção não usa fertilizantes sintéticos, os produtos só estão disponíveis na época do ano específica de cada um. Em outubro, eles colheram morangos e começaram a colheita de amora, que deve durar um mês e meio.

A filha do casal, Camila Erlo, cuida do estabelecimento. O movimento, segundo Marisa, cresce: "Está melhorando bastante nos últimos tempos. Em um ano, as vendas praticamente dobraram". Ela e o marido formaram uma associação de agricultores orgânicos com outras três famílias de agricultores orgânicos de Feliz. Os produtos do Grupo Orgânico Terra Viva têm certificiação da Ecovida.