ECOBIO Produtos Orgânicos
Olá, Visitante! Conecte-se em sua conta ou cadastre-se.

Você come orgânicos?

Publicada em 04 de Fevereiro 2011.

Uma das formas de experimentar mais profundamente a energética da natureza na comida é comer os alimentos no seu estado mais puro e natural. De fato, se você alguma vez comeu alimentos orgânicos, você provavelmente notou que seu frescor e sabores únicos. Então não é surpresa que produtos orgânicos é uma das tendências que mais cresce no mercado – as pessoas estão finalmente acordando para os benefícios de uma dieta baseada em alimentos naturais e integrais.



Aqui vão alguns fatos interessantes sobre alimentos orgânicos:
• O Presidente do Painel sobre o Câncer dos EUA sugere dar preferência aos alimentos orgânicos para evitar pesticidas, substâncias que tem sido ligadas a vários tipos de cânceres.
• A Produção de Produtos Orgânicos tem um impacto menor na vida selvagem e no meio ambiente; esse método de cultivo resulta num menor índice de poluição do ar, água e solo, e produz menos gases de efeito estufa.
• Diferente de muitos dos alimentos que vemos nas prateleiras dos supermercados, alimentos orgânicos não são geneticamente modificados. Segundo os critérios que caracterizam o alimentos orgânico, plantações e ingredientes geneticamente modificados são proibidos.
• Alimentos orgânicos não contém aditivos perigosos, como realçadores de sabor (como Glutamato Monossódico), adoçantes artificiais (como aspartame ou xarope de glucose de milho), contaminantes (como o mercúrio) ou preservativos (como Nitrato de Sódio), que são considerados causas de múltiplos problemas de saúde.
• Os alimentos orgânicos parecem promover a perda de peso pois reduz a exposição do organismo a pesticidas químicos que se ligam a gordura do corpo. De fato, uma vez que esses pesticidas são absorvidos, eles ficam no organismo por toda a vida (mais de 350 substâncias químicas podem se acumular na gordura corporal)!
• Leis de produção de alimentos orgânicos proibem o uso de antibióticos, hormônios do crescimento, e vacinas geneticamente modificadas em animais. Não somente isso é melhor para o consumo humano, como também carnes e laticínios orgânicos com a designação “criado solto” e “alimentado em pasto” significa que os animais foram tratados de uma forma mais humana e ética.
• Frutas e vegetais orgânicos contém até cerca de 40% mais antioxidantes que os alimentos de produção tradicional; leite orgânico de vacas alimentadas em pasto contém até cerca de 90% mais antioxidantes que o leite que não é orgânico.
• Os alimentos orgânicos tem níveis mais altos de minerais como ferro e zinco, que são cruciais para o desenvolvimento da primeira infância.
Depois de tantas vantagens, que tal experimentar incluir mais alimentos orgânicos na sua dieta? Você pode encontrar esse tipo de alimento em diversos locais pela cidade.