ECOBIO Produtos Orgânicos
Olá, Visitante! Conecte-se em sua conta ou cadastre-se.

Toda vitamina tem uma função no organismo.

Publicada em 16 de Novembro 2009.

   Os que costumam dormir mais tarde fazem um estoque de coisas para comer. Este arsenal é variado e sofisticado, porque todo insone tem bom gosto e é criativo. O cardápio tem sorvete, batata frita, amendoim, chocolate, biscoitos, brownie, sucos e outras iguarias. Estar acordado, enquanto todos dormem, já é um sinal de que os níveis de serotonina (neurotransmissor) estão baixos, comer é a confirmação. Outros fazem este ritual durante o dia: são os boca-aflita. Não sabem ficar com a boca parada. Quando não estão comendo nada, estão mascando chiclete ou chupando uma balinha, de preferência diet. Comer é um antídoto para muitas situações, para muitos desajustes metabólicos e hormonais. Não comer ou não sentir fome fora do horário das refeições é normal quando estamos bem alimentados e equilibrados metabolicamente. Nas situações de estresse há uma grande alteração bioquímica e perda considerável de neurônios (células nervosas). Não adianta dar balinhas, refrigerante etc., que o máximo que o organismo irá fazer é energia, que, se não for usada, será estocada na forma de gordura. Temos que pensar bem antes de levar estes alimentos à boca! Os alimentos naturais contêm substâncias que trazem benefícios para a saúde, inclusive para o padrão de sono e o humor. Quanto menos processado for o alimento, maior quantidade de vitaminas e minerais ele detém. Toda vitamina tem uma função no organismo. A falta pode causar doenças graves e todo alimento natural contém um nutracêutico (substância capaz de nutrir) importante. Daqui a alguns anos quando todos os nutracêuticos forem isolados poderemos fazer um supermercado com os alimentos para uma doença específica. É para lá que estamos caminhando e, enquanto isso, pretendo, nesta coluna, falar sempre de um alimento funcional, para que, ao abrir a geladeira à noite, este alimento possa ser lembrado.